Latest Stories

Saiba como avaliar se você já tem roupas suficientes

Salvador - BA, Brasil

como-saber-se-tenho-roupa-suficiente



Por muito tempo acreditamos que para estar bem vestida era preciso ter um guarda-roupa com muitas peças. Felizmente, com o passar dos anos, fomos modificando a nossa forma de vestir e descobrimos que menos é mais, desde que saibamos escolher bem.


Escolher as roupas certas não é tarefa fácil. Comprar exige muito treino, paciência e autoconhecimento, pontos que quando bem alinhados promovem verdadeiros milagres.


Assim, conseguimos desenvolver o famoso olhar clínico, levando pra casa apenas as peças que vão multiplicar nossos looks, não o que nos fará perder tempo tentando encaixá-la a qualquer custo na nossa rotina.


Afinal, uma boa peça aquela que tem tudo a ver com gente e não aquela que nos dá dor de cabeça e termina parando no fundo do armário.


Então, como saber se já tenho um guarda-roupa ok pra mim? Responder essa pergunta não é uma das coisas mais fáceis, já que esse ok é bem subjetivo e depende de diversos fatores, como rotina, estilo de vida, espaço...


Porém, podemos traçar alguns pontos que nos ajudam a ter uma ideia de que já conseguimos montar nosso guarda-roupa ideal e não aquele nos nossos sonhos.





1. Tenho mais partes de cima do que de baixo.


Está comprovado que com mais temos partes de cima mais conseguimos multiplicar nossos looks. Um guarda-roupa deixa ser funcional quando simplesmente não conseguimos criá-los facilmente.


Uma boa proporção é: 30% de partes de baixo (calças, shorts, saias...) e 70% de partes de cima (camisas, blusas, camisetas...). As peças únicas (vestidos, macacões contam como parte de baixo, tá?



2. Consigo coordenar todas as minha peças.


É preciso muito treino para montar looks criativos e que mesmo quando básicos fujam do óbvio. Para misturar estampas ainda mais.


Se você é iniciante nesse quesito, recomendo que comece pelo básico. Partir da base é sempre mais fácil. Mesmo que a mistura de estampas seja uma alternativa para dar aquele ar moderno e criativo aos looks, conseguir harmonia não é tão fácil quanto parece.


Observe se as peças que você possui coordenam bem. Dá uma boa e demorada olhada nas suas roupas, analisa minunciosamente e retira dali o que não serve mais. O que permanece deve "conversar" amigavelmente, sem conflitos e sempre a seu favor.


É a partir dessa equação que temos a certeza que não falta nada e o que comprarmos será por necessidade real e não apenas da satisfação de desejos infundados.

Veja bem, não é errado mimar-se com uma peça outra, o problema acontece quando isso vira rotina e acumulamos coisas desnecessária num impacto em cadeia.



3. Visto absolutamente tudo e amo minhas roupas.


É provável que você já tenha escutado falar que a criatividade surge na adversidade. Quanto menos recursos temos, mais criativas nos tornamos. Aqui não estamos falando de exceções, mas de regras.


Você pode ter um closet enorme e coordená-lo muito bem? É claro! Mas, saiba que você é uma raridade. Se precisa de muitas roupas na sua rotina e ainda não está nesse patamar, vá acrescentando-as aos poucos.


Comprar deliberadamente nunca será uma boa ideia, pois a chance de adquirir algo apenas por impulso e sem uma boa avaliação é enorme.


Ter peças suficientes, nem mais nem menos, é o que faz o seu guarda-roupa ser "ideal". Mantenha tudo limpo e organizado e essa tarefa ficará mais tranquila a cada dia.


Além desses pontos, organizar e retirar tudo que não serve mais é fundamental para avaliar se você já tem o que precisa para estar bem vestida, confiante e o mais importante: comunicando que você é.


Comentários

  1. Com este post acabei de entender que tenho o suficiente, que excelente conteúdo, obrigada ;)

    http://www.meblog.com.br/

    ResponderExcluir

Form for Contact Page (Do not remove)